Social Icons

^^

domingo, 27 de abril de 2014

Como enganar dispositivos biométricos? Parte 1

     


          Teoricamente ninguém é capaz de duplicar uma impressão digital, assinatura ou imagem facial de outra pessoa, de modo que a biométrica deveria ser a resposta para as questões de segurança em computadores, certo? Errado. A biometria pode ser enganada.  Além dos métodos mais cruéis que envolvem apontar uma arma para a cabeça de um usuário autorizado e fazer a leitura da retina do mesmo para obtenção de acesso, ou simplesmente cortar o dedo de um pessoa e usa-lo para passar por um leitor de impressões digitais, existem maneiras mais sutis e menos violentas de enganar dispositivos biométricos.

          Quando usuário autorizados põem seus dedos em um leitor de impressões digitais, o computador verifica o acesso e eles se afastam. É claro que a impressão digital válida  permanece no dispositivo de leitura. Muitos leitores de impressões digitais podem ser enganados simplesmente juntando suas mãos e soprando em cima do dispositivo para cobri-lo de neblina, o que faz o resíduo da impressão digital do usuário autorizado aparecer no leitor. O leitor vê essa impressão digital válida novamente e, assim, lhe dá acesso.

            Para capturar uma impressão digital válida e usa-la posteriormente, espalhe pó de grafite no leitor de impressões digitais e depois grude um pedaço de fita celofane normal por cima da superfície  para capturar a impressão digital no lado grudento da fita. Agora, você pode colocar esse pedaço de fita no leitor de impressões digitais, que o reconhecerá como sendo a impressão de um usuário válido.

           Os dispositivos de reconhecimento facial são ainda mais fáceis de se enganar. Basta pegar uma foto de um usuário autorizado , segura-la na frente da câmera que faz o reconhecimento, e é bem provável que o dispositivo biométrico de reconhecimento facial irá pensar que você é um usuário válido, quando não é. Enganar dispositivos de reconhecimento de voz pode ser igualmente fácil. Esconda um gravador de fita e se aproxime de um usuário autorizado que esteja falando. Então grave a voz que tem a impressão vocal válida, e o dispositivo biométrico irá reconhecer.  

             Escaneadores de retina podem ser enganados da mesma maneira. desde que você consiga uma foto da retina de um usuário autorizado que esteja autorizado. Segure a foto em frente a câmera e é bem provável que você engane o leitor biométrico de retina.      
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts

 

Seguidores

Hora exata:

Total de visualizações de página