Social Icons

^^

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Veja o que valoriza um profissional de tecnologia


meu sonho é trabalhar na área de TI.
As grandes empresas recebem diariamente inúmeros currículos. Por que um candidato é chamado para entrevista e o outro não? A resposta pode estar no currículo. Nem sempre basta ter boa formação e carreira sólida. Essas informações devem aparecer de forma clara, concisa e objetiva.

O entrevistador avalia o que o profissional pode trazer para a empresa. É importante que o currículo mostre as contribuições que ele deu nos empregos anteriores e os resultados obtidos.

Os consultores de recursos humanos recomendam que o profissional prepare mais de um currículo para atender a diferentes situações. Se conhecer os requisitos da vaga, deve ressaltar as habilidades e experiências relacionadas com eles.

No currículo-padrão, essa informação pode passar despercebida, estar num cantinho escondido. Confira, a seguir, um modelo de currículo e dicas do que colocar em cada tópico:

APRESENTAÇÃO

Seja breve, claro e, ao mesmo tempo, abrangente. Coloque as informações mais importantes sobre a formação e a vida profissional de forma lógica e organizada, para facilitar a leitura.

Evite fontes de letras muito pequenas ou cheias de firulas e o excesso de palavras grifadas, esse recurso deve ser usado apenas para destacar palavras-chave, que poderão facilitar o armazenamento do seu currículo em um banco de dados inteligente. Não mande foto. De modo geral, o currículo não deve passar de duas páginas.

O QUE É PROIBIDO

Mentir ou maquiar a informação: Não se esqueça que o currículo é só a porta de entrada na empresa. Depois vem a entrevista, na qual a mentira acaba sendo descoberta. As empresas são implacáveis: o mentiroso é excluído da seleção.

Erros de digitação ou de português: Revise bem o texto, antes de enviar o currículo.

Pretensão salarial e referências pessoais: Deixe para dar esse tipo de informação quando lhe pedirem.

O QUE DEVE SER FEITO

Objetivo e perfil: Decida exatamente o que você quer fazer, a área em que quer atuar ou a posição desejada, e coloque isso como objetivo, logo no início. Esse item facilita a vida de quem vai ler o currículo e, por isso, deve vir após a identificação pessoal, que deve conter apenas seu nome, endereço completo, telefone, celular e e-mail.

Faça também uma síntese do seu perfil profissional, destacando qualificações, o tempo de carreira e as áreas em que tem mais experiência. Se trabalhou em empresas conhecidas no mercado, ou morou algum tempo no exterior, é importante ressaltar.

Histórico profissional: Essa é a parte mais importante do currículo. É onde você deve colocar os projetos de que participou. Comece sempre pelo último emprego, mencionando o nome da empresa, o período em que trabalhou nela e o cargo ou as funções que exerceu.

Se não for conhecida, convém acrescentar uma breve descrição sobre ela (área em que atua. faturamento ou origem). Ressalte a sua contribuição nos resultados positivos que a empresa possa ter obtido.

É preciso ter bom senso para não cansar o pessoal de recrutamento com uma lista interminável de realizações que podem não ser tão relevantes — ao menos para a vaga disponível. Bom senso também é fundamental na hora de descrever atividades ou funções mais técnicas.

As “sopas de letrinhas” muito comuns na área de tecnologia podem ser um diferencial no currículo, mas é preciso levar em conta que quem vai ler o currículo primeiro é alguém da área de recursos humanos, que pode não dominar detalhes do linguajar técnico.

Formação e idiomas:
A formação acadêmica deve conter o nome do curso, é preciso colocar o nome da instituição e o período em que foi feito. Cursos fora do Brasil e as certificações profissionais também devem ser mencionados. Dependendo da empresa, o conhecimento de outras línguas, em especial, o inglês, é essencial.

Como mandar:
O currículo pode ser enviado por correio ou por e-mail, de preferência acompanhado de uma breve carta (ou mensagem) de apresentação, mencionando a pessoa que o indicou, caso tenha uma referência, ou se está respondendo a um anúncio de emprego. Outra opção é mandar o currículo diretamente para o banco de dados da empresa, por meio do seu site.

Em alguns casos, é recomendável ter também uma versão em inglês (veja modelo em www.info.abril.com.br/carreira/curriculo-ingles.pdf. Isso, principalmente, se for uma vaga para uma empresa internacional, ou se a pessoa for ocupar uma posição gerencial.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts

- Arquivo -

 

Seguidores

Hora exata:

Total de visualizações de página